Coloquio adiamento

COMUNICADO

Em virtude da situação excecional que se vive em Portugal e no mundo, de modo a evitar a proliferação de casos registados de contágio de COVID -19 e um retrocesso na contenção da transmissão do vírus e da expansão da doença COVID -19 que as medidas adotadas permitiram, importa considerar, no âmbito da situação de calamidade, a limitação das deslocações de pessoas a partir das 00:00h de 16 de novembro de 2020, emanada da Resolução do Conselho de Ministros n.º 96-B/2020, de 12 de novembro. Esta resolução prorroga a declaração da situação de calamidade, no âmbito da pandemia da doença COVID-19 e altera o elenco de concelhos que constam do anexo à Resolução do Conselho de Ministros n.º 92 -A/2020, de 2 de novembro, aos quais são aplicáveis regras especiais.

Ainda que o concelho de Lagoa (Algarve) não seja diretamente visado pelo novo quadro de restrições sanitárias, a proximidade a concelhos que passam a ter atividades suspensas e períodos de recolher obrigatório, implica a adoção de medidas preventivas e condizentes com aquelas que passam a estar em vigor naqueles territórios face ao aumento de casos de uma forma generalizada no país e no concelho.

Na sequência desta limitação, a Câmara Municipal de Lagoa e a Junta de Freguesia de Ferragudo tomam a decisão de adiar o Colóquio comemorativo do 5º Centenário de criação da povoação de Ferragudo – Ferragudo 1520-2020: 500 anos a Viver o Mar para o próximo ano de 2021. Mais se informa que a nova data será comunicada assim que a situação epidemiológica seja mais favorável.


O ano de 2020 é marcado pelo quingentésimo aniversário da fundação da povoação de Ferragudo, instituída pela carta de privilégios da Rainha D. Leonor, de 21 de agosto. Uma longevidade assinalável, digna de ser comemorada com a pompa e circunstância inerentes à memória centenária do lugar.

Sob a égide do 500º aniversário, a Câmara Municipal de Lagoa e a Junta de Freguesia de Ferragudo juntaram esforços e prepararam um conjunto de iniciativas que, ao longo do ano, irão ter lugar sob o mote Ferragudo: 500 anos a Viver o Mar. Neste vasto e rico programa comemorativo pretende-se envolver ativamente o povo de Ferragudo, como comunidade visada que é, mas também a participação de todos os lagoenses. Um programa que, ao pôr em destaque a vila e sede de freguesia e o seu espaço territorial, mais que assinalar o acontecimento dos 500 anos per si, presta-se a deixar uma marca indelével sobre a passagem desta histórica e irrepetível ocasião.

A programação foi trabalhada no sentido de abranger as mais diversas áreas, das artes ao exercício físico, da historiografia à gastronomia, do artesanato às festividades populares. Neste âmbito, irá ter lugar um colóquio que discutirá o passado e o futuro da localidade, composto por um conjunto de palestras a cargo de investigadores que têm trabalho sobre a história e o património locais, distribuídas ao longo do dia 31 de outubro (sábado). No mesmo dia, e no contexto do colóquio, que decorrerá no Centro Pastoral e Social da Diocese do Algarve, será lançado um trabalho de investigação histórica, da autoria de David Roque, intitulado: Ferragudo: uma economia local no Algarve setecentista. O programa do colóquio apresenta as palestras distribuídas ao longo do primeiro dia, organizadas em painéis temáticos. No dia seguinte, para o encerramento do colóquio terão lugar visitas guiadas ao património de Ferragudo. 


Pin It

Imprimir

Serviço Museu
37°08'14.2"N 8°27'13.5"W
Convento São José
Rua Joaquim Eugénio Júdice
8400-325 Lagoa
Portugal 
Número de telefone +351 282 101 110
 +351 282 380 444
Caixa de correio eletronico 

Valores de 10/04/2021