Em reunião pública de Câmara desta terça feira, 5 de maio de 2020, foram aprovados vários protocolos e contratos programa no valor global de 915.000, 00€.

Na área social, o valor total da verba envolvida, cerca de 695.000,00€, representa um aumento 15%, relativamente ao ano anterior, nestas formas de apoio aos agentes de trabalho social, nomeadamente às IPSS’s no concelho de Lagoa.

Já no que respeita ao apoio aos clubes e associações desportivas verifica-se uma redução de cerca 15% nas verbas envolvidas neste tipo de apoio, sendo este um valor total de 220.000,00€. Este ajuste, justifica-se dada a redução de atividade nos clubes e associações após decretado o estado de emergência nacional, não estando ainda previsto o retorno das atividades à normalidade.

Face à crescente vulnerabilidade das famílias residentes no concelho, em resultado das situações de lay-off e desemprego, foram analisados quais os termos em que a Câmara Municipal teria de apoiar financeiramente as IPSS´s, sendo que ao mesmo tempo, seria necessário garantir a sustentabilidade destas instituições para que também o apoio a pessoas idosas que são acompanhadas nos seus domicílios pelas várias equipas destas IPSS´s não fosse colocado em causa.

Com este apoio financeiro, que acresce ao múltiplo equipamento de proteção individual (EPI’s) que a Câmara Municipal de Lagoa já distribuiu, e voltará a distribuir se necessário, pretende-se assegurar a normalidade do trabalho que as instituições desenvolvem com os idosos. 

As modalidades de apoios a entidades sociais e desportivas do concelho de Lagoa agora decididas, inscrevem-se na segunda prioridade estratégica do município de Lagoa, reforçados para necessidades de combate aos efeitos da pandemia COVID-19.