A Câmara Municipal de Lagoa decidiu hoje, 17 de abril, prolongar a fase de alerta do plano de contingência municipal COVID-19 até ao dia 15 de maio de 2020.

 

O prolongamento da fase de alerta do plano de contingência municipal COVID-19, deve-se ao facto de ainda não ter sido atingido o pico da pandemia em Portugal, apesar do menor aumento do número de casos de COVID-19, sendo assim necessário mais tempo para determinar as melhores orientações para a preparação gradual das vidas da comunidade.

Assim, o Presidente da Câmara Municipal da Lagoa, Luis Encarnação, deliberou que até ao dia 15 de maio os espaços públicos e instalações municipais continuarão encerradas, e que atendimento presencial dos serviços municipais continuarão suspensos, assegurando a câmara municipal os serviços públicos essenciais, como a recolha de resíduos sólidos urbanos, a limpeza urbana, água e saneamento, o Balcão Único Municipal e o apoio da Ação Social. 

Os acessos às praias continuarão encerrados até nova indicação por parte da Câmara Municipal de Lagoa e do serviço da Proteção Civil Municipal, como forma de assegurar o cumprimento das regras de confinamento. Outra das medidas previstas neste prolongamento de estado de alerta, é o cancelamento das atividades e eventos desportivos e culturais públicos, até ao final do mês de maio.

Também os eventos âncora previstos para os meses de junho e julho foram cancelados. O já habitual Lagoa Wine Show, a noite Black & White, o Festival Jazz Lagoa que acontece no Sítio das Fontes, o Mercado de Culturas à Luz das Velas e a 18.ª Mostra do Doce Conventual de Lagoa, ficam adiados para o ano de 2021. Mantém-se em agenda a 41.ª FATACIL, que decorrerá de 21 a 30 de agosto de 2020.

O Município de Lagoa continua a monitorizar a evolução das condições de saúde pública e os seus efeitos no concelho, disponibilizando-se para ajustar estas medidas conforme o desenvolvimento da pandemia ou por determinação do governo.

O presidente Luís Encarnação enaltece a postura responsável dos/as Lagoenses e afirma que é também graças ao seu sacrifício que Lagoa não regista novos casos há 11 dias. Apela a que a comunidade do concelho continue a cumprir com as regras de isolamento social, de higiene, e o uso de máscaras, sendo estas as restrições necessárias para reduzir o risco de contágio e para voltarmos à normalidade das nossas vidas o mais breve possível.