Embora estejamos a passar por um momento difícil, no quadro das suas competências e atribuições, o Município de Lagoa mantém-se atento às necessidades da comunidade. Nesta, integram-se também as crianças, jovens e famílias que se encontram recolhidas nas suas casas. Apesar da distância física e da reduzida mobilidade que nos é imposta, o mundo não pode parar e como tal o município procura alternativas para que estejamos mais próximos.

Neste contexto, e com vista ao apoio da comunidade escolar, a equipa da Educação disponibiliza um conjunto de projetos de proximidade através da comunicação on-line, os quais destacamos a seguir.

Conte connosco! Nós contamos consigo para este novo desafio: juntos vamos transformar este momento numa oportunidade para criar laços mais fortes!

Longe, mas cada vez mais perto. Estamos à distância … de um clique.

Lagoa a Ler em Casa

Dando continuidade ao trabalho que temos realizado no âmbito do Programa Municipal do Livro e da Leitura “Lagoa a Ler”, disponibilizamos histórias, metodologias e estratégias que têm como objetivo apoiar as crianças, famílias, educadores de infância e docentes de 1º ciclo na promoção da linguagem e da literacia. Neste âmbito, inclui-se ainda o envio semanal das sessões dos projetos “Brincar com as palavras” e “Crescer a Ler” aos educadores de infância e docentes dos estabelecimentos de ensino do concelho que beneficiam destes projetos normalmente ao longo do ano letivo.

A par destas iniciativas, partilhamos ainda na página do município a rubrica do “Lagoa a Ler” que, mensalmente, está disponível no “Lagoa Informa” e que tem como objetivo levar até aos leitores, informação sobre o que de mais recente há na investigação relacionada com literacia e literatura para crianças. Nesta rubrica, apresentam-se também propostas de livros de diferentes editoras, autores, ilustradores e géneros literários, acompanhados de dicas e estratégias de leitura.

eBook's

As aulas terminaram, mas continua a ser importante recordar o que aprendeste!

Desta forma, o Município de Lagoa, a pensar nas crianças, criou dois ebook’s, um para pré-escolar e outro para 1º ciclo, com atividades divertidas e que contemplam várias áreas.

Diverte-te enquanto aprendes e realiza algumas atividades em conjunto, aproveitando assim momentos em família!

Não percas tempo e descarrega os pdf’s disponibilizados abaixo para que possas começar o quanto antes.

A tua opinião é importante e, por isso, envia-nos um e-mail para a contar como correram as atividades e quais as que mais gostaste.

Pré-Escolar

capa Pré escolar

 

www  eBook de Atividades para Pré-escolar

 

 

 

A história da semana

1.ª Semana | ''Escondidas''


Guião de Exploração da história “Escondidas”

Escondidas

 

 

 

Materiais

  • Vídeo para visualização do conto da história “Escondidas”;
  • Guião de Exploração da história; Dominó das Rimas.

Objetivos

  • Promover o desenvolvimento de capacidades conversacionais, através da exploração conjunta do livro, usando vocabulário diversificado.
  • Estimular a compreensão de histórias e o interesse pelo mundo da leitura.
  • Promover o desenvolvimento da imaginação e da criatividade.


Antes da visualização da história

1. Tente explorar os vários elementos da capa, despertando o interesse da criança para a leitura da história. Estas questões permitem que a criança fique mais atenta e promovem a imaginação.

  • O que achas que vai acontecer na história?
  • Onde se passará a história?
  • Quem será que vai participar nesta história?
  • Onde está o título? Quantas palavras tem? Consegues dizer que letras são aquelas?

Após a visualização da história

1. Faça perguntas à criança para explorarem em conjunto os vários acontecimentos da história e tente que a criança expresse a sua opinião e se envolva na história:

  • Quais as personagens da história?
  • Onde se passa a história?
  • Porquê que os meninos decidiram brincar naquele dia?
  • Quais foram as brincadeiras em que pensaram?
  • Como se sentiram as personagens?
  • Achas que o menino fez bem em esconder-se tão longe?
  • Gostaste da história? Porquê?
  • Se pudesses mudar alguma parte, o que mudavas?

2. Peça à criança para recontar a história, por palavras suas, de modo a perceber se compreendeu os vários acontecimentos e a estimular o seu discurso oral.

3. Elogie a criança pelo seu desempenho e, de seguida, aproveite para se divertirem com o jogo “Dominó de Rimas”.

 

2.ª Semana | ''A Ilha do Avô''


Guião de Exploração da história “A Ilha do Avô” 

A Ilha do Avô

 

 

 

Materiais:

  • Vídeo para visualização do conto da história “A ilha do avô”;
  • Guião de Exploração da história;


Objetivos:

  • Promover o desenvolvimento de capacidades conversacionais, através da exploração conjunta do livro, usando vocabulário diversificado;
  • Estimular a compreensão de histórias e o interesse pelo mundo da leitura;
  • Trabalhar perceção, memória e atenção;
  • Refletir sobre os sentimentos face à ausência;
  • Promover o desenvolvimento da imaginação e da criatividade.


Antes da visualização da história:

1. Tente explorar os vários elementos da capa, despertando o interesse da criança para a leitura da história. Estas questões permitem que a criança fique mais atenta e promovem a imaginação.

  • Quais as personagens da história?
  • Onde se passa a história?
  • Em que local da casa começa a viagem?
  • Qual foi a primeira coisa que fizeram quando chegaram à ilha?
  • De quem era a carta que o menino recebeu?
  • O que costumas fazer com o teu avô?
  • O que farias se fosses para uma ilha deserta?
  • Se pudesses mudar alguma parte, o que mudavas? 

Após a visualização da história:

1. Faça perguntas à criança para explorarem em conjunto os vários acontecimentos da história e tente que a criança expresse a sua opinião e se envolva na história:

  • Quais as personagens da história?
  • Onde se passa a história?
  • Em que local da casa começa a viagem?
  • Qual foi a primeira coisa que fizeram quando chegaram à ilha?
  • De quem era a carta que o menino recebeu?
  • O que costumas fazer com o teu avô?
  • O que farias se fosses para uma ilha deserta?
  • Se pudesses mudar alguma parte, o que mudavas?

2. Peça à criança para recontar a história, por palavras suas, de modo a perceber se compreendeu os vários acontecimentos e a estimular o seu discurso oral. 

3. Atividades sugeridas:

  1. “A carta” - imagina que és o CID e que tens de responder ao avô com uma carta, o que lhe dirias?
  2. Acede ao link que partilhamos contigo e joga para tentares adivinhar quantas sílabas têm as palavras. Consegues acertar?

 

A Ilha do Avô - Modelo da Carta 

 

3.ª Semana | ''Pé-ante-pé''


Guião de Exploração da história “Pé-ante-pé”

Pé-ante-pé

 

 

 

Materiais:

  • Vídeo para visualização do conto da história “Pé ante pé”;
  • Guião de Exploração da história;

    Objetivos:
  • Promover o desenvolvimento de capacidades conversacionais, através da exploração conjunta do livro, usando vocabulário diversificado;
  • Estimular a compreensão de histórias e o interesse pelo mundo da leitura;
  • Trabalhar perceção, memória e atenção;
  • Refletir sobre capacidade de adaptação perante a dificuldade;
  • Promover o desenvolvimento da imaginação e da criatividade.


Antes da visualização da história:

1. Tente explorar os vários elementos da capa, despertando o interesse da criança para a leitura da história. Estas questões permitem que a criança fique mais atenta e promovem a imaginação.

  • O que achas que vai acontecer na história?
  • Onde se passa a história?
  • Quem será que vai participar nesta história?
  • Onde está o título? Quantas palavras tem? Consegues dizer que letras são aquelas?
  • Que animal aparece na capa do livro?
  • O que é um pé? 

Após a visualização da história:

1. Faça perguntas à criança para explorarem em conjunto os vários acontecimentos da história e tente que a criança expresse a sua opinião e se envolva na história:

  • Quais as personagens da história? 
  • Onde se passa a história?
  • O que fez a lagarta quando percebeu que ia ser comida?
  • Na história, qual a utilidade da lagarta? E que animais mediu?
  • Porque é que a lagarta não conseguia medir canções?
  • Se fosses uma lagarta e estivesses prestes a ser comido por um rouxinol, o que farias?
  • Qual a função da lagarta na natureza? Pesquisa um pouco sobre este animal e tenta conhecê-lo melhor.

2. Peça à criança para recontar a história, por palavras suas, de modo a perceber se compreendeu os vários acontecimentos e a estimular o seu discurso oral. 

3. Atividade sugerida - “O jogo - “Literacia Divertida ” - que permite desenvolver competências de literacia ao mesmo tempo que proporciona um momento em família.

 

4.ª Semana | ''A Árvore da Escola''

 

Guião de Exploração da história “A Árvore da Escola”

capa livro

 

 

 

Materiais:

  • Vídeo para visualização do conto da história “A Árvore da Escola”;
  • Guião de Exploração da história;

    Objetivos:
  • Promover o desenvolvimento de capacidades conversacionais, através da exploração conjunta do livro, usando vocabulário diversificado;
  • Estimular a compreensão de histórias e o interesse pelo mundo da leitura;
  • Trabalhar perceção, memória e atenção;
  • Refletir sobre a capa;
  • Promover o desenvolvimento da imaginação e da criatividade.

Antes da visualização da história:

1. Tente explorar os vários elementos da capa, despertando o interesse da criança para a leitura da história. Estas questões permitem que a criança fique mais atenta e promovem a imaginação.

  • O que vês na capa da história?
  • O que achas que vai acontecer na história?
  • Quais serão as personagens da história?
  • Onde está o título? Quantas palavras tem? Consegues dizer que letras são aquelas?
  • Que animal aparece na capa do livro?
  • O que está  na mão do menino?

Após a visualização da história:

1. Faça perguntas à criança para explorarem em conjunto os vários acontecimentos da história e tente que a criança expresse a sua opinião e se envolva na história:

  • Onde se passa a história?
  • O que gostava de fazer o Pedro durante o recreio?
  • Como era a árvore?
  • O que foi acontecendo à árvore ao longo do tempo?
  • Porque ralhou a professora com o Pedro?
  • O que explicou o Pedro aos colegas?
  • O que fizeram a Marta, o Luís e a Sofia?
  • O que construíram na árvore?
  • Porque é que mudaram a biblioteca para a cabana na árvore?
  • Qual a importância das árvores na natureza? Pesquisa um pouco sobre este tema e descobre porque é que estas são essenciais.

2. Peça à criança para recontar a história, por palavras suas, de modo a perceber se compreendeu os vários acontecimentos e a estimular o seu discurso oral. 

3. Atividade sugerida - Realize a nossa atividade de Consciência Fonológica (Manipulação Silábica), recorrendo ao separador "Brincando com as Histórias".

5.ª Semana | ''Nina''

 

Guião de Exploração da história “Nina”

nina

 

 

 

Materiais:

  • Vídeo para visualização do conto da história “Nina”;
  • Guião de Exploração da história;

    Objetivos:
  • Promover o desenvolvimento de capacidades conversacionais, através da exploração conjunta do livro, usando vocabulário diversificado;
  • Estimular a compreensão de histórias e o interesse pelo mundo da leitura;
  • Trabalhar perceção, memória e atenção;
  • Refletir sobre a capa;
  • Promover o desenvolvimento da imaginação e da criatividade.

Antes da visualização da história:

1. Tente explorar os vários elementos da capa, despertando o interesse da criança para a leitura da história. Estas questões permitem que a criança fique mais atenta e promovem a imaginação.

  • O que vês na capa da história?
  • O que achas que vai acontecer na história?
  • Onde está o título? Quantas palavras tem? Consegues dizer que letras são aquelas?
  • Que animal aparece na capa do livro?

Após a visualização da história:

1. Faça perguntas à criança para explorarem em conjunto os vários acontecimentos da história e tente que a criança expresse a sua opinião e se envolva na história:

  • Onde se passa a história?
  • Quem era a Nina?
  • Porquê que a Nina era diferente das outras rãs?
  • O que foi achas que acontecia aos girinos quando desapareciam?
  • Achas que os girinos tinham razão para ter medo do peixe GLUP?
  • E tu, se fosses um girino terias medo do GLUP? Porquê?
  • O que fez a Nina quando foi perseguida pela GLUP?
  • Pesquisa um pouco sobre a transformação pela qual os girinos passam.

2. Peça à criança para recontar a história, por palavras suas, de modo a perceber se compreendeu os vários acontecimentos e a estimular o seu discurso oral. 

3. Atividade sugerida - Realiza o nosso "Quantos Queres da Literacia" e divirte-te enquanto aprendes, recorrendo ao separador "Brincando com as Histórias".

6.ª Semana | ''O Rebanho''

 

Guião de Exploração da história “O Rebanho”

rebanho

 

 

 

Materiais:

  • Vídeo para visualização do conto da história "O Rebanho”;
  • Guião de Exploração da história;

    Objetivos:
  • Promover o desenvolvimento de capacidades conversacionais, através da exploração conjunta do livro, usando vocabulário diversificado;
  • Estimular a compreensão de histórias e o interesse pelo mundo da leitura;
  • Trabalhar as capacidades de empatia, contagem e perceção;
  • Refletir sobre a capa;
  • Promover o desenvolvimento da imaginação e da criatividade.

Antes da visualização da história:

1. Tente explorar os vários elementos da capa, despertando o interesse da criança para a leitura da história. Estas questões permitem que a criança fique mais atenta e promovem a imaginação.

  • O que vês na capa da história?
  • O que achas que vai acontecer na história?
  • Quais serão as personagens da história?
  • Onde está o título? Quantas palavras tem? Consegues dizer que letras são aquelas?
  • O que é um rebanho?
  • O que tem a ovelha pendurado na orelha? E porque tem?

Após a visualização da história:

1. Faça perguntas à criança para explorarem em conjunto os vários acontecimentos da história e tente que a criança expresse a sua opinião e se envolva na história:

  • Onde se passa a história?
  • Porquê que é fácil ser ovelha?
  • O que é que as ovelhas têm que fazer quando o Miguel não consegue dormir?
  • Qual foi a ovelha que não quis saltar? Porquê?
  • Como reagiu o rebanho?
  • O que acontece se a quatro não saltar?
  • Porquê que a quatro saltou depois de receber a carta?

2. Peça à criança para recontar a história, por palavras suas, de modo a perceber se compreendeu os vários acontecimentos e a estimular o seu discurso oral. 

3. Atividade sugerida - Realize a nossa atividade de memória visual, recorrendo ao seguinte link: https://wordwall.net/play/2622/006/206

 

7.ª Semana | '''Cá por casa somos...'

 

Guião de Exploração da história “Cá por casa somos...”

 cá por casa somos

 

 

 

Materiais:

  • Vídeo para visualização do conto da história "Cá por casa somos...”;
  • Guião de Exploração da história;

    Objetivos:
  • Promover o desenvolvimento de capacidades conversacionais, através da exploração conjunta do livro, usando vocabulário diversificado;
  • Estimular a compreensão de histórias e o interesse pelo mundo da leitura;
  • Trabalhar as capacidades de perceção, memória e competências numéricas;
  • Promover a abordagem às partes do corpo;
  • Refletir sobre a capa;
  • Promover o desenvolvimento da imaginação e da criatividade.

Antes da visualização da história:

1. Tente explorar os vários elementos da capa, despertando o interesse da criança para a leitura da história. Estas questões permitem que a criança fique mais atenta e promovem a imaginação.

  • O que vês na capa da história?
  • O que achas que vai acontecer na história?
  • Quais serão as personagens da história?
  • Onde está o título? Quantas palavras tem? Consegues dizer que letras são aquelas?

Após a visualização da história:

1. Faça perguntas à criança para explorarem em conjunto os vários acontecimentos da história e tente que a criança expresse a sua opinião e se envolva na história:

  • Quantos são lá em casa?
  • O que faz a mãe todos os domingos?
  • O que acontece quando chega a primavera?
  • O que faz com que espirrem?
  • O que é a tosquia? Quem costuma ir à tosquia?
  • O que significa "falar como uma gralha"?

2. Peça à criança para recontar a história, por palavras suas, de modo a perceber se compreendeu os vários acontecimentos e a estimular o seu discurso oral. 

3. Atividade sugerida - A partir do exemplo disponibilizado no separador "Brincando com as histórias", construa uma casinha e peça à criança que represente a sua própria casa.

 

8.ª Semana | '''O Olharapo'

 

Guião de Exploração da história “O Olharapo”

 o olharapo

 

 

 

Materiais:

  • Vídeo para visualização do conto da história "O Olharapo”;
  • Guião de Exploração da história;

    Objetivos:
  • Promover o desenvolvimento de capacidades conversacionais, através da exploração conjunta do livro, usando vocabulário diversificado;
  • Estimular a compreensão de histórias e o interesse pelo mundo da leitura;
  • Trabalhar a consciência fonológica (rimas);
  • Refletir sobre a capa;
  • Promover o desenvolvimento da imaginação e da criatividade.

Antes da visualização da história:

1. Tente explorar os vários elementos da capa, despertando o interesse da criança para a leitura da história. Estas questões permitem que a criança fique mais atenta e promovem a imaginação.

  • O que vês na capa da história?
  • O que achas que vai acontecer na história?
  • Quais serão as personagens da história?
  • Onde está o título? Quantas palavras tem? Consegues dizer que letras são aquelas?
  • O que significa "olharapo"?

Após a visualização da história:

1. Faça perguntas à criança para explorarem em conjunto os vários acontecimentos da história e tente que a criança expresse a sua opinião e se envolva na história:

  • O que estava "a dar, a dar"?
  • De quem achava a Zé serem as pegadas que viu no chão?
  • Quem é que o Olharapo assustou?
  • O que roubou ele?
  • O que fez o Olharapo com o que roubou?
  • Quem era afinal o Olharapo?
  • Porque quis o Olharapo construir um balão de ar quente?

2. Peça à criança para recontar a história, por palavras suas, de modo a perceber se compreendeu os vários acontecimentos e a estimular o seu discurso oral. 

3. Atividade sugerida - Realize a nossa atividade "Labirinto das Rimas", disponibilizada no separador "Brincando com as histórias", e trabalhe consciência fonológica.

 

9.ª Semana | '''Baralhando Histórias'

 

Guião de Exploração da história “Baralhando Histórias”

 histórias

 

 

 

Materiais:

  • Vídeo para visualização do conto da história "Baralhando Histórias”;
  • Guião de Exploração da história;

    Objetivos:
  • Promover o desenvolvimento de capacidades conversacionais, através da exploração conjunta do livro, usando vocabulário diversificado;
  • Estimular a compreensão de histórias e o interesse pelo mundo da leitura;
  • Refletir sobre a capa;
  • Promover o desenvolvimento da imaginação e da criatividade.

Antes da visualização da história:

1. Tente explorar os vários elementos da capa, despertando o interesse da criança para a leitura da história. Estas questões permitem que a criança fique mais atenta e promovem a imaginação.

  • O que vês na capa da história?
  • O que achas que vai acontecer na história?
  • Quais serão as personagens da história?
  • O que tem a girafa na boca?
  • Onde está o título? Quantas palavras tem? Consegues dizer que letras são aquelas?

Após a visualização da história:

1. Faça perguntas à criança para explorarem em conjunto os vários acontecimentos da história e tente que a criança expresse a sua opinião e se envolva na história:

  • Quem é a personagem principal da história?
  • O que pediu a mãe que ela levasse?
  • Quem é que ela encontrou pelo caminho?
  • Quem estava a contar a história?
  • Que história estava o avô a tentar contar?
  • Que factos é que ele alterou?
  • Alguém da tua família também costuma baralhar histórias? Quem?

2. Peça à criança para recontar a história, por palavras suas, de modo a perceber se compreendeu os vários acontecimentos e a estimular o seu discurso oral. 

3. Atividade sugerida - escolha uma história com a criança e peça para que ela a conte alterando determinadas partes a seu gosto.

Brincando com as histórias

1ª Semana”

 Dominó das Rimas- Livro Escondidas 

 

2ª Semana”

www  Atividade Interativa - Segmentação Silábica 

 

3ª Semana”

 literacia divertida png

 Instruções para a realização da atividade 

4ª Semana”

www Atividade interativa - Manipulação silábica 

 

5ª Semana”

IMG 20200519 141734

 

Quantos queres

Quantos Queres da Literacia - Versão para Impressão 

 

6ª Semana”

www Atividade interativa - Memória Visual 

 

7ª Semana”

8ª Semana”

Labirinto das Rimas 

 

Calendário semanal

Abril “Momentos Mil”

 

 

Abril
2020

Abril momentos mil
 

 

4ª Semana 

Segunda

27
Escrevam em conjunto uma carta para alguém especial. O que poderão escrever?

Terça

28
Será que existem palavras que rimem com os vossos nomes? E com os dos vossos amigos?

Quarta

29
Descubram poemas de autores portugueses. Pesquisem na internet ou em livros, se os tiverem.

Quinta

30
Escreva palavras retirando-lhes uma sílaba e peça para a criança preencher com o bocadinho que falta.

 

Sexta

01
Brinquem com os vossos nomes. Escrevam em maiúsculas, depois em minúsculas, primeiro bem e depois de trás para a frente. Como fica a soar?

Sábado

02
Joguem ao jogo da memória dos nomes. Escreva em dois papelinhos o nome de um amigo vosso. Faça o mesmo para outros nomes. Vire os papéis para baixo e baralhe. Peça para a criança tentar descobrir os dois nomes iguais. O que está lá escrito?

Domingo

03
Descubram quantas sílabas têm os vossos nomes. Bater palminhas para cada sílaba, ajuda a descobrir.

 

 Recordações da Quarentena

   

3ª Semana 

Segunda

20
Que tal mudarmos o nome do livro que gostamos? Peça à criança para sugerir outro título para a história que ela gosta de ouvir antes de dormir.

Terça

21
Incentive a sua criança a reparar na morada que aparece nas cartas que chegam à vossa caixa de correio. O que está lá escrito? A quem gostaria de escrever uma carta?

Quarta

22
Ajude a criança escrever o nome de todas as pessoas que moram na vossa casa. De seguida, juntos poderão usar esses nomes como legenda de um fantástico desenho de família.
.

Quinta

23
Peça à sua criança para recortar palavras de jornais e revistas e para pensar em outras palavras que rimem com essas. E que tal fazer um desenho representativo de cada palavra??

Sexta

24
Explore em conjunto com a criança o rótulo de algum alimento. O que está lá escrito? Vamos recortar as letras dos panfletos de publicidade do nome/marca desse alimento e colá-lo numa folha de papel?

Sábado

25
Solicite a ajuda da criança na realização da lista de compras. Qual será a primeira letra de cada produto? Conseguem pensar noutras palavras que comecem por essa letra?

Domingo

26
Procure uma receita e ajude a criança a escrever e desenhar os vários ingredientes que vão precisar. No final, delicie-se em família.

  

Maio “Lê como um papagaio”

 

 

Maio
2020

"Lê como um papagaio"
 

 

4ª Semana

Segunda

25

Diga uma frase no presente e peça à criança que coloque a frase no passado.

(ex:A joana come a laranja - a joana comeu a laranja).
1

Terça

26

Peça à criança para completar as suas frases com a opção correta. (ex: se o gato for pequeno chamamos-lhe gatinho).

 

2

Quarta

27

Sempre que a criança ouvir uma uma palavra que comece com uma sílaba acordada inicialmente deve bater com a palma da mão na mesa.

3

Quinta

28

Peça recados à criança durante a semana e aumente gradualmente a complexidade da instrução.

4

Sexta

29
Escolha alguns animais e peça para que a criança descubra qual o respetivo par.

5

Sábado

30

Peça à criança que divida a palavra nos sons que a constituem (ex:boneco - /b/; /u/; /n/; /é/; /k/; /u/). Atenção não é para soletrar!

6

Domingo

31
Jogo do Galo - consiste em alinhar seja na vertical, horizontal ou diagonal três imagens cujo som inicial seja igual. Ganha o que alinhar primeiro!

 

7

 

3ª Semana

Segunda

18
Diga uma palavra ao acaso e peça à criança que descubra rapidamente a que grupo pertence (ex: lápis - material escolar). Ganha quem acertar em mais grupos de palavras.

 lápis

Terça

19
Sugira à criança que lhe apresente uma história que tenha lida ou ouvido (título, resumo da história, personagens principais, inventar um final diferente, ...).

livro verde

Quarta

20
Peça à criança que identifique semelhanças e diferenças entre pares de palavras ditas pelo adultos (ex: carro e barco).

lupa

Quinta

21
Construa um silabário (vários cartões com sílabas) e realize várias atividades de manipulação (juntar sílabas; retirar sílabas; acrescentar sílabas; trocar sílabas) de forma a construir palavras.

 

Sexta

22
Peça à criança para construir uma palavra com recurso ao silabário e, de seguida, descubra palavras relacionadas com a mesma (exemplo: fada - asas; varinha).

esquema

Sábado

23
Selecione alguns objetos, coloque numa caixa/saco e de seguida peça para adivinhar qual o objeto apenas através do tato.

caixa

Domingo

24
E se eu fosse...
Cada jogar deve completar a frase e justificar o motivo da sua escolha (ex: se eu fosse uma ovelha podia correr livremente no pasto).

lâmpada

 

 2ª Semana

Segunda

11
Desafia a tua família para jogar ao jogo do STOP.

 1

Terça

12
Construam uma história em conjunto em que cada um diz/escreve uma frase.

Capturar 2

Quarta

13
Façam um concurso de trava-línguas.

 

 

Capturar 3

Quinta

14
Faz um livro sobre ti, onde incluas fotografias e/ou desnhos teus.
Capturar 4

Sexta

15
Faz o reconto de uma história que te lembres e tenta que descubram de que história se trata.
2

Sábado

16
Porquê que há sons que se escrevem de várias maneiras? Faz uma pesquisa e tenta perceber que sons são esses.

e

 

Domingo

17
Escolhe uma palavra e a partir dessa, em conjunto, pensem em palavras que pertençam à mesma família.
Capturar 6

Diário da Quarentena 

 

1ª Semana 

Segunda

04
Reproduza uma sequência de sons enquanto a criança está de olhos vendados (por exemplo, bater palmas; bater com o pé, estalar dedos) e de seguinda peça à criança para repetir.icon13

Terça

05
Escolhe um livro e conta a história a partir apenas das imagens do livro.

Quarta

06
Escolhe uma divisão da casa e dentro dessa divisão tenta descobrir palavras que rimem (por exemplo: na cozinha, televisão-pão).

Quinta

07
Pronunciar duas sílabas com tempo de espera entre elas e pedir à criança que as junte e descubra a palavra. Depois está na hora de trocar e ser a criança a fazê-lo.

Sexta

08
Recorta palavras de revistas, jornais, embalagens... e investiga sobre o seu significado.

Sábado

09
Encontra uma palavra desconhecida numa história e investiga sobre o seu significado.

Domingo

10
Jogo da Adivinha: cada jogador escolhe uma palavra e de seguida dá pistas para que os restantes jogadores adivinhem.

 

Junho “Aproveita cada momento”

 

 

 

calendario junho
Junho
2020

"Aproveita cada momento"
 

 

1ª Semana 

Segunda

01

Dia Mundial da Criança - pedir à criança que se descreva (aspeto físico, qualidades, ...). Poderá pedir, também, que faça um desenho de si mesmo. 

Terça

02
Construam uma “árvore da família” e explorem os diferentes graus de parentesco, profissões, idades, ...

Quarta

03

Hoje celebra-se o dia Mundial da bicicleta. Organize uma passeio de bicicleta em família e peça a criança que no final descreva o passeio.

Quinta

04

Diga uma frase à criança e peça para que ela diga se está correta ou incorreta. Caso esteja incorreta, peça para que a corrija. Ex: Amanhã fui à praia.

Sexta

05
Dia Mundial do Ambiente - aproveitem e pesquisem sobre a alimentação e o habitat de diferentes animais.

Sábado

06
Proponha à criança para imaginar que é um jornalista e criar uma notícia a seu gosto.

Domingo

07
Desenhe algo numa folha que esteja pousada nas costas da criança e peça que ela reproduza o que sente que está a ser desenhado.

 

2ª Semana

Segunda

08

Dia Mundial dos Oceanos - peça à criança para descobrir palavras derivadas de “Mar”.

mar

Terça

09
Escolhe algumas palavras e peça para descobrir o respectivo masculino/feminino (ex: cavalo-égua).

meninos

Quarta

10

Hoje celebra-se o dia de Portugal. Descobre palavras que rimem com a palavra “Portugal”.

portugal

Quinta

11

Peça à criança que lhe explique alguns conceitos que não representem algo material (ex: simpático; valente; curioso;...).

senhora

Sexta

12

Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil - pesquise um pouco com a criança sobre este tema.

lupa

Sábado

13

Juntamente com a criança faça um registo das datas de aniversário da família.



Domingo

14

Peça à criança para fazer o conto de um livro que não conheça apenas com base nas imagens.

livro

 

3ª Semana

Segunda

15

Dia Mundial do Vento - desafie a criança a construir uma história em que a personagem principal seja o vento.

Terça

16

Jogo Sílaba Humana - atribuam a cada jogador uma sílaba. Os jogadores deverão juntar-se para formar palavras.

pai e filho

Quarta

17

Descubram as profissões dos membros da família e explorem-nas, descrevendo a sua função, local de exercício da atividade e utensílios utilizados.

bombeiro

Quinta

18

Dia Internacional do Piquenique - Imaginem que vão fazer um piquenique e façam uma lista do que irão precisar de levar.

cesto

Sexta

19

Com ajuda da criança faça massa para biscoitos e aproveitem para moldar em formato de letras.

 

Sábado

20

Início do Verão- descubra com a criança palavras que rimem com “verão” e façam uma quadra.

sol

Domingo

21

Dia Mundial da Girafa - façam um trabalho de pesquisa, onde descubram o seu habitat, alimentação, entre outras características.

girafa

 

4ª Semana

Segunda

22

Atividade “Mundo de Palavras”- com ajuda da criança aponte numa cartolina grande as palavras novas que vão surgindo.

mundo

Terça

23

Arranje algumas imagens e peça à criança que desenhe o seu contrário.

lápis

Quarta

24

Celebra-se o dia de São João - pesquise com a criança um pouco sobre esta tradição.

fitas

Quinta

25

Dia Mundial do Marinheiro - crie com a criança uma história em que a personagem principal seja um marinheiro.

Sexta

26

Recorte imagens e peça para a criança rodear da mesma cor as que pertencem à mesma categoria semântica (ex: roupas, animais, transportes, alimentos…)

 tesoura

Sábado

27

Atividade “TOP 5” - peça à criança que atribua um lugar do pódio a 5 dos livros que leu ou ouviu recentemente, sendo que o 1º lugar corresponde ao livro de que mais gostou.

taça

Domingo

28

Ajude a criança a elaborar uma lista de atividades que gostaria de realizar nas férias de verão.

guarda chuva

 

Rúbrica no Lagoa Informa

 Rubrica no Lagoa Informa de 6 de Fevereiro de 2020
 Rubrica no Lagoa Informa de 5 de Março de 2020
 Rubrica no Lagoa Informa de 2 de Abril de 2020
 Rubrica no Lagoa Informa de 14 de Maio de 2020
Rubrica no Lagoa Informa de 11 de Junho de 2020

 

 

As Terapias vão a casa

Em alternativa às sessões de intervenção, quer de Terapia da Fala quer de Neuropsicologia, desenvolvidas normalmente em contexto escolar com os alunos do pré-escolar e 1º ciclo, as famílias poderão ter acesso nesta página a variadas estratégias e atividades que poderão desenvolver diariamente com as suas crianças. Assim, serão divulgadas, duas vezes por semana, “Neuro-dicas para fazer em casa” com o intuito de partilhar conteúdos que contribuam para a estimulação de diversas funções cognitivas essenciais para o processo de aprendizagem (memória, atenção, raciocínio, entre outras). “As terapias vão a casa” dão ainda continuidade às intervenções individualizadas, comunicando com as famílias que pretenderem via on-line através do watsapp, e-mail, skype ou zoom.

 

Neuro-dicas para fazer em casa

1ª Semana

neuro dica memória visual

 

2ª Semana

 



3ª Semana

 

neuro dica compreensão verbal terça
neuro dicaMemoriaAuditiva sexta

4ª Semana

neuro dica perceção terça

neuro dica atenção sexta

5ª Semana

neuro dica consciência espacial terça

 

neuro-dica raciocinio sexta

6ª Semana

neuro dica compreensão verbal terça

 neuro dica memória auditiva sexta

7ª Semana

neuro dica atenção terça

neuro dica_consciência espacial_terça

8ª Semana

neuro dica consciência espacial terça

neuro dica raciocinio sexta

 

9ª Semana

 

neuro dica compreensão verbal terça

 neuro dica memória a sexta

 

 

 

''B’ Epis'' em casa

O projeto EPIS faz parte do dia-a-dia dos alunos dos 2º, 3º ciclo e secundário do concelho de Lagoa desde o ano letivo 2018/2019. Sendo fundamental que continuemos o apoio a estes alunos, o município tem adaptado para o formato on-line, através de ferramentas como o Whatsapp, Skype e Zoom, as metodologias de intervenção utilizadas em contexto escolar, mantendo-se assim um contacto muito próximo com os alunos, famílias e docentes. Disponibilizamos de seguida vídeos com temas pertinentes para o contexto atual e que desempenham um papel facilitador na manutenção do equilíbrio pessoal e familiar.

1ª Semana

2ª Semana

3ª Semana

 

4ª Semana

5ª Semana

6ª Semana

 

7ª Semana

 

8ª Semana

 

9ª Semana

 

Agarra a emoção em casa

covid19 educacao feliz em casa cabecalhos 4

Querendo manter-nos próximos de todos os profissionais de educação que diariamente contribuem para uma educação feliz em casa no concelho de Lagoa, o município está ainda disponível para o apoio psicológico individualizado a esses profissionais, através de sessões individuais por videoconferência e sessões de grupo que permitirão a partilha de experiências e de estratégias de controlo emocional e equilíbrio pessoal. Ainda no apoio à gestão do stress e das emoções neste período de isolamento, a equipa da Educação partilha nesta página as “psica-dicas” dirigidas aos docentes e famílias.

1ª Semana

2ª Semana

3ª Semana

4ª Semana

 

5ª Semana

 

6ª Semana

 

7ª Semana

 

8ª Semana

 

 

Uma Escola Feliz é o que se quer, em casa!

covid19 educacao feliz em casa cabecalhos 3

No âmbito do trabalho que o município tem vindo a desenvolver em parceria com o portalbullying e as associações de pais dos agrupamentos Espamol e Rio Arade desde 2015, continuamos a apostar no mote “Uma Escola Feliz é o que se quer!” contribuindo para que a escola seja também feliz em casa. Assim, o portalbullying nesta fase constitui-se, mais do que nunca, uma ferramenta de apoio online com o objetivo de apoiar todos os alunos e demais comunidades educativas (famílias, educadores e professores, pessoal não docente). Para além do chat e do forúm, disponibiliza a modalidade skype e a ferramenta Zoom. O intuito é trabalhar sobre a temática da comunicação não violenta e auxiliar na criação de momentos de reflexão e partilha conjunta sobre estratégias para lidar com o stress, com a ansiedade e o medo. (em vez de “com a ansiedade, com o medo...”)

Aceda ao Portal Bullying através do link https://www.portalbullying.com.pt/forum/

  

As aventuras da Julieta...em casa

Episodio 1

 episodio1

 

 

 

Momento de reflexão:

Explorem as emoções (pais e filhos).

Falem abertamente de algumas sensações que os mais pequenos já captaram, mas se as desmistificarem, eles integrarão melhor (não tem mal sentir tristeza, medo zanga...)

Falem-lhes desta fase de forma clara e simples, com honestidade e encoraje-os a ouvirem, partilharem e validarem as emoções (pois as crianças são sensíveis aos comportamentos dos adultos)

Conversas objetivas, curtas e factuais sobre a pandemia, e conversas alargadas e emotivas acerca de como tudo isto veio mexer connosco e como poderemos sair daqui mais fortes.

 

 

 

 

Episodio 2

 episodio2

 

 

 

Momento de reflexão:

Mais uma vez fazemos o convite à conversa das vossas emoções;

Mais que nunca, é importante falar do que estão a sentir (claro que com o devido filtro, a regra é nunca dizer mais do que a criança já captou e sempre ajustado à sua idade e curiosidade), das dificuldades que esta fase vos tem causado, de se sentirem assoberbados com tanto trabalho, com tanta informação, com tanto desafio.
Expliquem-lhes que inicialmente parece difícil de gerir, e que talvez tal como eles, também vós adultos, andam a gerir muita coisa, daí que por vezes pareçam mais calmos e confiantes e outras mais inseguros e distantes. Isto acontece porque estão a gerir os vossos pensamentos e tarefas ao mesmo tempo e que tal como os pequenos também os adultos lidam com raiva, medo, tristeza.

Mais uma vez reforcem que, não tem mal sentir tudo isto, e que o grande desafio é aprender a lidar com tantas sensações e emoções, falar acerca delas e transformá-las.

Podem também referir que por vezes se sentem mal por não lhes estarem a dar tanta atenção como gostariam, perguntem-lhes o que eles pensam acerca disto e tentem arranjar uma estratégia que satisfaça as duas partes.

Use a ilustração que acompanha o texto e solicite à criança que diga qual a brincadeira que gostaria que em conjunto, fizessem. Reservem então um momento do vosso dia/fim-de-semana e façam-na. Proponham-se a seguir as orientações das vossas crianças e viajem para o mundo da imaginação/criatividade. Far-vos-á tão bem quanto a eles.

 

 

 

 

Episodio 3

 

 episódio 3

 

 

Momento de reflexão

Estes momentos atípicos que vivemos criam uma sobrecarga quer nos adultos, quer nas crianças, pelo que excesso e défice de energia são uma constante. Se por um lado os miúdos parecem ter energia para dar e vender, os adultos, com tantas tarefas ao mesmo tempo, ficam sem qualquer capacidade de brincar, de compreender as suas birras e chamadas de atenção.

 

Este momento de reflexão da história é também um convite:

  • à própria reflexão parental;
  • ao desligar um pouco do exterior e tentar perceber o que se passa connosco, tanta solicitação, tanta tarefa, causam cansaço e este não é bom decisor, pelo contrário, aciona sentimentos agressivos, de raiva, descontrole;
  • a sentar-se com a sua criança e manifestar-lhe a sua incapacidade em, por vezes, não saber lidar com tanta coisa, e que quer tentar fazer tudo, daí que esteja sempre a dizer que são só 5 minutos...

 

MAIS QUE NUNCA ESTAMOS COM AS EMOÇÕES á "FLOR DA PELE", APROVEITAMOS ENTÃO PARA AS TRABALHAR

 

ACIONE SOLUÇÕES

  • permita-se combinar uma forma de, ambos (crianças e adultos), comunicarem as suas necessidades;
  • podem até criar um símbolo, um gesto com o qual se avisam mutuamente das vossas necessiades;

 

IMPLEMENTE

  • 5 a 10 minutos do seu tempo para estar só com a sua criança, sem tarefas da casa, sem computador, sem telemóveis, só dedicado/a à criança; (TEMPO DE QUALIDADE/QUANTIDADE, se este primeiro for exclusivamente dedicado à criança produz mais efeito)
  • paralelamente fomente também a sua autonomia, pois é uma ferramenta importante para a criatividade e a resolução de tarefas.
  • Se tiver outras crianças fomente que briquem juntas, ajude-as a poensar que tipo de brincadeiras podem desenvolver, mas insita para que sejam elas a pensar como as vão fazer.
  • Opte por quenos objetos que tem em casa e faça um concurso para tentar ver quem é mais imaginativo a criar uma brincadeira nova. As crianças, e os adultos também, quando têm desafios empenham-se muito mais.

 

Episodio 4

 

 

 Vai ficar tudo bem 4 Tânia Paias

 

 

Momento de reflexão

Este pequeno texto convida, mais uma vez a um diálogo com as nossas sensações e emoções. Vivemos um tsunami emocional e tudo acontece a partir da nossa casa, pelo que a sobrecarga é emensa.

Somos seres com necessidades distintas que, por vezes, essas são bem diferentes das dos nossos filhos, o que não tem mal nenhum, pelo contrário, é extremamente saudável procurar equilibrar as suas emoções para estar bem para as demandas das crianças.

 

MAIS QUE NUNCA ESTAMOS COM AS EMOÇÕES à "FLOR DA PELE", APROVEITAMOS ENTÃO PARA AS TRABALHAR

 

Se por vezes se sente culpado/a por não ter o tempo que desejava para dedicar às suas crianças, não se deixe levar por essas emoções,

 

ACIONE SOLUÇÕES

  • Pense em tudo o que, ao longo do seu dia, tem sido mais difícil e do que precisava que fosse diferentes. Então, a partir daí crie o jogos dos DESAFIOS; Esta semana propomos-lhe: O DESAFIO DOS 5 MINUTOS.

IMPLEMENTE

  • 5 minutos de silêncio;
  • 5 minutos para criar uma brincadeira sem a sua ajuda;
  • 5 minutos sem ouvir a palavra mãe/pai;
  • 5 minutos para si, sem qualquer interrupção;
  • 5 minutos para, entre irmãos, inventarem um jogo.

As crianças adoram desafios e esforçam-se ao máximo para os vencer. Por isso, aproveite e combinem um prémio/valorização para cada desafio alcançado. No final, explorem os achados desses 5 minutos.

Dediquem-se à brincadeira criada, elogiem os esforços, falem sobre as maiores dificuldades, sobre o que foi mais fácil e proponha novos desafios. São momentos como estes que permitem estreitar laços entre a família, lhes dão a noção de grupo, mas de ser individual também, bem como auxiliam no pensamento criativo e na noção de responsabilidade.

 

Episodio 5

 

 Vai ficar tudo bem 5 Tânia Paias

 

 

Momento de reflexão

A exigência a que estamos agora expostos, com tudo a acontecer a partir de casa, faz com que nos sintamos sobrecarregados. Pais e filhos nem sempre estão em sintonia, e não tem mal nenhum, e nem sempre apetece aos pais brincar e os filhos têm dificuldades em compreender que agora se faz tudo em casa e daí a difícil tarefa na gestão do tempo.

É FUNDAMENTAL FALAR PARA EXPLORAR AS EMOÇÕES DE CADA UM E MELHOR COMPREENDER A OUTRA PARTE.

Voltamos a dizer: se por vezes se sente culpado/a por não ter o tempo que desejava para dedicar às suas crianças, nãos e deixe levar por essas emoções.

 

ACIONE SOLUÇÕES

  • Crie uma metáfora, uma história sobre o que está a sentir, pode dizer, por exemplo: "que está a começar a ficar mais tensa/o, e que sente que a sua boca vai começar a querer gritar, e que precisa de se acalmar para que isso não aconteça. Pergunte aos seus filhos se a/o conseguem ajudar nesta tarefa.
  • A partir daqui criem O DESAFIO da AJUDA ao OUTRO - sempre que alguém se sentir como um vulcão prestes a entrar em erupção, tem que parar e se necessitarem, pedir ajuda.

 

O DESAFIO DO VULCÃO

  • Não deixar que entre em erupção;
  • Identificar 3 emoções que facilmente levam a que o vulcão comece a trabalhar;
  • Identificar 3 emoções que permitem que ele fique quietinho;
  • Perceber qual a parte do corpo que nos diz que estamos quase a explodir;
  • Fazer um vulcão com papel higiénico, decorar e escrever palavras que fazem com que ele exploda e colá-las no vulcão (isto serve para que se lembrem, e vejam, quando estão prestes a explodir, bem como o que têm que fazer, dizer e não dizer);
  • Cada elemento da família pode construir o seu próprio vulcão e colocar lá o que mais o faz explodir e o que o deixa adormecido.

Respondendo à Julieta com o E AGORA?

ÀS VEZES NÃO CONSEGUIMOS EVITAR MAS PODEMOS SEMPRE TENTAR E FALAR SOBRE O QUE ACONTECEU :)

     

 

Episodio 6

 episodio 6

 

 

Momento de reflexão

A exigência desta nova fase é grande e causa um misto de emoções, mas apesar de estarmos todos a viver a mesma situação, as vivências e as sensações associadas são distintas e existem tantas realidades que merecem que as exploremos. Façam então um convite aos vossos filhos para que sejam uns detetives e olhem para outras realidades familiares.

É FUNDAMENTAL O TREINO DA EMPATIA, SERMOS CAPAZES DE NOS COLOCARMOS NO LOCAL DO OUTRO, É UM EXERCÍCIO QUE NUNCA DEVEMOS ESQUECER DE APLICAR

Seguindo esta premissa, crie exercícios que permitam compreender as diferentes perspetivas e acionar a capacidade de sermos atentos aos outros, para que se transforme numa competência  para a vida.

Mas sabendo que estamos a iniciar uma nova normalidade, é também importante compreender que isto suscita dúvidas, anseios e receios E DEVEMOS PROPORCIONAR MOMENTOS PARA EXPLORAR ESTAS EMOÇÕES.

 

ACIONE SOLUÇÕES

  • Perante isto, aceda a todas as realidades que as crianças têm ao pé de si, outros familiares, amigos e debatam-nas. Nomeie as emoções que surgirem e encontre uma solução, ou pelo menos um final mais adaptativo, mostrando que é normal sentir tudo isso, mas que somos nós que devemos comandar as nossas atitudes.

  • A partir daqui criem o DESAFIO do olhar para MIM e para o OUTRO — sempre que se falar duma emoção que as crianças sentiram, ajude-a a tentar imaginar o que sente outra criança na casa dela, explorando as dinâmicas que já existem.

 

O DESAFIO DO DETETIVE

  • ESTIMULE A CRIANÇA A FALAR SOBRE SI;

  • CONSTRUAM UMA LUPA E SIMULEM UMA PESQUISA EXAUSTIVA DAS EMOÇÕES DOS OUTROS;

  • IMAGINEM, EM CONJUNTO, COMO SERÃO AS VIVÊNCIAS DE CADA CASA E IMAGINEM QUE LÁ VIVEM;

  • SOLICITE À CRIANÇA QUE ACIONE SOLUÇÕES PARA PODER AJUDAR;

  • SIMULEM COMO SERÁ O REGRESSO À NOVA NORMALIDADE, O REGRESSAR AO QUE ESTAVAM HABITUADOS, OS MAIORES MEDOS, OS RECEIOS E ACIONEM AS SOLUÇÕES NECESSÁRIAS PARA QUE SE SINTAM EM SEGURANÇA;

  • ATRAVÉS DA LUPA (que serve de objeto lúdico para extrapolar para as emoções mais escondidas);

  • PODERÃO APROFUNDAR AS MAIORES DÚVIDAS E QUEBRAR AS IDEIAS MÁGICAS QUE AS CRIANÇAS PODERÃO TER DESENVOLVIDO.

 

Episodio 7

 parte VII

 

 

Momento de reflexão

A exigência desta nova fase é grande e causa um misto de emoções, bem como alterações profundas na forma de estar com os outros, baseada num maior distanciamento físico, mas é importante distinguir o distanciamento físico do social.

Não precisamos estar distantes socialmente, precisamos é arranjar novas formas de nos relacionarmos, sem deixar que o medo e a dúvida perante o outro persista.

É FUNDAMENTAL O TREINO DA EMPATIA, QUE NADA MAIS É DO QUE SERMOS CAPAZES DE NOS COLOCARMOS NO LUGAR DO OUTRO. Só assim poderemos ser mais atentos e próximos (se não física, emocionalmente)

Seguindo esta premissa, crie exercícios que permitam compreender os medos mais profundos das crianças, e até mesmo os seus, e trabalhem na sua desmistificação e na sua ressignificação, não deixe que os medos se instalem.

Uma cabeça cheia de medos não tem espaço para sonhar, nem para funcionar adequadamente.

Por isso, sabendo que esta nova normalidade causa incertezas dúvidas, anseios e receios, DEVEMOS PROPORCIONAR MOMENTOS PARA EXPLORAR ESTAS EMOÇÕES E TRABALHAR NOVAS FORMAS DE MOSTRAR AFETOS.

 

ACIONE SOLUÇÕES

  • Parente isto, aceda aos medos e receios, mas também ao amor que nutrem pela vossa família e amigos e como poderão estar juntos e protegidos. Reforçar que somos pessoas de relações e que precisamos de sentir essa proximidade. Nomeie as emoções que surgirem pensem numa solução para lidar com o que estão a sentir e como poderão ajudar o outro.

  • A partir daqui criem o DESAFIO de expressar o MEDO e o AMOR — duas emoções tão distintas, mas que causam grande turbilhão, e que necessitam de ser nomeadas, portanto CRIE:

 

O DESAFIO DA CAIXA DOS MEDOS E DO POTE DE AMOR

  • ESTIMULE A CRIANÇA A FALAR SOBRE ESTAS EMOÇÕES TÃO DISTINTAS;

  • CONSTRUAM UMA CAIXA PARA COLOCAR OS MEDOS QUE SURGIREM E A CADA DIA LEIAM UM E ARRANJEM UMA FORMA DE RESOLUÇÃO, EM FAMÍLIA;

  • CRIEM UM POTE PARA COLOCAR AS SUGESTÕES DE FORMAS DE MOSTRAR O AMOR, O AFETO, O CARINHO PELOS NOSSOS FAMILIARES E AMIGOS;

  • SOLICITE À CRIANÇA QUE A CADA DIA POSSO ESCREVER, DESENHAR UMA MENSAGEM DE ALENTO PARA UMA PESSOA ESPECIAL PARA SI.

 

Episodio 8

 parte VIII

 

 

Momento de reflexão

Toda esta fase alterou as nossas vidas, modificou a forma como nos relacionamos com os outros, impondo um distanciamento físico como meio de proteção, transportando-nos para um conceito de uma nova normalidade.

MAS CONTINUAMOS A SER PESSOAS DE RELAÇÕES PRÓXIMAS E O MEDO E A INSEGURANÇA NÃO PODE FAZER COM QUE NOS AFASTEMOS DOS OUTROS. É NECESSÁRIO BRINCAR, TROCAR AFETOS, ENTÃO TEMOS QUE NOS REINVENTAR PARA COM OS OUTROS NOS DAR.

Seguindo esta premissa, crie exercícios que permitam compreender os medos mais profundos das crianças, e até mesmo os seus, e trabalhem na sua reorganização.

 

ACIONE SOLUÇÕES

  • Pratiquem novas formas de brincar com os outros, sem prejudicar a troca de afetos e de nos sabermos colocar no lugar dos outros.

  • A partir daqui criem um DESAFIO:

O DESAFIO DA NOVA NORMALIDADE

  • COMUNIQUEM SOBRE O QUE É ISTO DE NOVA NORMALIDADE, O QUE SENTEM E O QUE PENSAM SOBRE...;

  • CRIEM UM JOGO COM METAS DISTINTAS, QUE ALTERNEM ENTRE O QUE FAZIAM ANTES E QUE AGORA DEVEM EVITAR, SEM INFLUENCIAR A RELAÇÃO E PROXIMIDADE COM OS OUTROS;

  • REFLITAM SOBRE A NECESSIDADE DE BRINCAR, DE INVENTAR, DE EXPLORAR, SEM NUNCA ESQUECER QUE FAZEMOS PARTE DE UM TODO E, MAIS QUE NUNCA, PRECISAMOS DO OUTRO E O OUTRO PRECISA DE NÓS;

  • É TEMPO DE AJUDAR QUEM MAIS PRECISA, MOMENTOS COMO ESTES FIZERAM-NOS REFLETIR SOBRE TANTA COISA, QUE AGORA AO VOLTAR A ESTA NOVA NORMALIDADE, NECESSITAMOS DE COLOCAR EM PRÁTICA A VISÃO COMUNITÁRIA, DE ENTREAJUDA E FOMENTAR ESSA MESMA VISÃO NAS NOSSAS CRIANÇAS, pelo que CONTINUE A SOLICITAR À CRIANÇA QUE ESCREVA/DESENHE UMA MENSAGEM DE ALENTO PARA ALGUÉM ESPECIAL, E ESTIMULE-A A ESCREVER SOBRE ESTES MOMENTOS E O QUE GOSTARIA DE VER DIFERENTE DAQUI PARA A FRENTE E QUAL O PAPEL QUE ELE/ELA PODE DESEMPENHAR NESSA DIFERENÇA.

     

 

Episodio 9

 reflexão CMLagoa semana 15 a 19

 

 

 

Episodio 10

 reflexão CMLagoa semana 22 a 26 junho