Juventude

A juventude é uma das prioridades neste Município, que de forma consciente procura ir ao encontro de todos os jovens, para que os mesmos possam ter uma voz activa perante toda a comunidade.

A juventude é uma das prioridades neste Município, que de forma consciente procura ir ao encontro de todos os jovens, para que os mesmos possam ter uma voz activa perante toda a comunidade.

As autoridades locais são as que mais próximo estão dos jovens, pelo que têm um papel fundamental a desempenhar na hora de promover a sua participação na sociedade. Deste modo podem assegurar que os jovens não se limitam a ouvir e a aprender, mas que preferencialmente tenham a oportunidade de participar nas decisões.

A participação dos jovens não supõe só conseguir que os cidadãos sejam ativos ou construir uma democracia para o futuro. Para que a participação seja significativa para os jovens, é fundamental que possam influenciar e intervir nas decisões quando são jovens, e não numa fase posterior à vida.

Nesta área para além de muito enriquecedora e de grandes desafios, verifica-se que há muito a fazer, salvaguardando o que já foi feito a nível do desporto. Contudo, os jovens têm de ser ouvidos, daí que será lançado um desafio a todos os jovens, grupos de jovens, associações de jovens ou de forma particular, um concurso de ideias e projectos dos e para os jovens. No próximo ano também está em projecto a realização da I semana da Juventude de Lagoa, com actividades em todas as freguesias, culminando num encontro educacional e musical em Lagoa.


A Vereadora da Juventude
Anabela Simão Correia Rocha

 

Cartão Jovem Municipal

Vantagens

  • Todas as do Cartão Jovem Tradicional
  • Desconto 20%

- Cedências instalações Municipais;

- Em todas as atividades desportivas promovidas pelo Município de Lagoa (Piscina, classes de ginástica, etc).

 

Documentos necessários

  • Bilhete de identidade;
  • 1 Fotografia;
  • 10 Euros.

 

Informações

Serviços Desporto e Juventude
Municipio de Lagoa
Largo do Município
8401-851 Lagoa
Portugal

Número de telefone +351 282 380 437
Caixa de correio eletronico

 

Escola de Trânsito

 

Introdução

A sinistralidade em Portugal mantém níveis alarmantes de vítimas mortais e de lesões com diferentes graus de incapacitação. As crianças e jovens constituem percentagem elevada dessas vítimas. Por outro lado, a maioria dos pais (levantamentos locais mostram uma média de 85% de crianças que não usam sistema de retenção ou o usam de forma deficiente), parecem ignorar os perigos a que expõem os filhos durante o transporte rodoviário. Não o entendemos por outra razão senão uma ausência alargada de conhecimento das consequências reais resultantes de embates mesmo a “baixas velocidade”. O mesmo pai ou mãe que se preocupa em casa em proteger as tomadas elétricas, em evitar a queda de janelas ou escadas ou a aproximação dos filhos ao fogão em funcionamento, parece não se importar que o seu filho seja transportado na viatura familiar sem qualquer sistema de retenção.

Mais do que sensibilizar, trata-se de formar: transmitir conhecimentos técnicos e gerar dinâmicas capazes de alterar comportamentos. A Escola de Trânsito não deve isolar a formação de crianças e jovens dos seus educadores.

A partir dos 15 anos de idade os sinistros estão particularmente relacionados com o uso de ciclomotores.

A Câmara Municipal de Lagoa, em articulação com outras entidades, vem propor um projeto de segurança e prevenção da sinistralidade infantil e juvenil, através da criação de novas metodologias formativas com base operacional na recém-criada Escola de Trânsito.

 

Pressupostos

Várias escolas de trânsito foram criadas ao longo das últimas décadas em Portugal, segundo o pressuposto de que a simples transmissão de conhecimentos genéricos sobre segurança rodoviária, altera o comportamento dos mais novos. Na sua maioria, as escolas limitam-se a criar “pequenos condutores”, ensinando a crianças de 6 e 7 anos a conhecer os sinais de trânsito ou a atravessar a estrada. No entanto, não é de esperar que crianças nestas idades conduzam qualquer veículo na via pública ou que atravessem a rua sem acompanhamento de adultos. Frequentemente são descuradas áreas fundamentais como sejam o treino do uso de sistemas de retenção, vulgo “cadeirinhas”, a serem usadas no veículo familiar. Boas práticas locais em articulação com o projeto Escola Segura, mostraram a eficácia desta estratégia junto dos mais pequenos (Educação Pré-Escolar e Ensino Básico)

O trabalho de prevenção rodoviária para o Ensino Secundário, no escalão etário dos 15 aos 18 anos, está geralmente arredado das escolas de trânsito ou de qualquer outro sistema formal e sistemático de formação técnica em segurança rodoviária. Algumas boas práticas pioneiras (Évora, 2005/2006 – ANSSR; GARE), mostraram-se apelativas para estes jovens. Esta nova metodologia passa pela abordagem da principal fonte de trauma neste escalão etário (os ciclomotores), trazendo para sala de aula equipamento de proteção individual, criando grupos de discussão, orientada para a aquisição de uma Cultura de Segurança.

Pais e professores não devem estar arredados do trabalho realizado na Escola de Trânsito. Para estes a Escola de Trânsito de Lagoa está a preparar sessões de formação / informação.

 

Metodologia

A metodologia formativa assenta em sessões teóricas apoiadas em suportes multimédia e sessões práticas usando a pista e o seu espaço envolvente. Do Plano Formativo a implementar na Escola de Trânsito de Lagoa, destacamos:

Plano Formativo
Formação de crianças e jovens por escalão etário

Pré-escolar: 3-6 anos
Cadeirinhas (sistemas de retenção): apresentação multimédia e exercício prático; exercício prático em pista;
Atividade de colorir desenhos de crianças em cadeirinhas;
Criar mascote ou personagem Escola de Trânsito.

Ensino Básico
1º Ciclo (1º ao 4º ano): 6-10 anos

  • Uso do assento elevado;
  • Bicicletas;
  • Identificar perigos na via pública (travessia da estrada…).


2º Ciclo (5º e 6º ano): 10-12 anos

  • Assento elevado e cinto de segurança;
  • Percurso seguro para a escola;
  • Bicicletas;
  • Identificar perigos na via pública.


3º Ciclo (7º, 8º e 9º ano): 12-15 anos

  • Bicicletas;
  • Ciclomotores;
  • Material de proteção individual;
  • Postura cívica e cultura de segurança;
  • Identificar perigos na via pública.


Secundário
10º ao 12º ano: 15-18 anos

  • Sessão específica para Ciclomotores;
  • Material de proteção individual;
  • Automóveis (comportamentos e atitudes em grupo).

 

Informações e marcações

Serviços Desporto e Juventude
Pavilhão Desportivo Municipal "Jacinto Correia" de Lagoa
8400-369 Lagoa
Portugal

Número de telefone +351 282 380 437
Número de faxe +351 282 341 314
Caixa de correio eletronico