Apesar da amenidade do nosso clima, a ocorrência súbita de alterações meteorológicas pode afetar gravemente pessoas e bens.

 

0 que é a trovoada?

  • Uma ou mais descargas elétricas bruscas que se manifestam por um clarão breve e forte (Relâmpago) e um ruído seco ou ribombar surdo (Trovão).
  • Se contar menos de 5 segundos entre o relâmpago e o trovão, está perto do perigo, há que proteger-se.

 

0 que é um temporal ou tempestade?

  • Um temporal ou tempestade reconhece-se pelos seus aspetos destruidores, podendo ser de chuva, de vento, de granizo, de neve, de poeira ou de areia.
  • Para prevenir os efeitos desta situação, mantenha-se sempre informado sobre a previsão do estado do tempo e cumpra as medidas de auto-protecçao que se recomendam.
  • Para minimizar os efeitos prejudiciais de um temporal ou de uma trovoada siga as recomendações deste folheto e divulgue-as.

 

Antes do temporal

 

Em casa

  • Permaneça em casa e não saia senão em absoluta necessidade;
  • Desligue da tomada todos os aparelhos elétricos e a antena da televisão;
  • Não use o telefone, pois pode ser atingido por choques graves e dolorosos;
  • Afaste-se de janelas, portas, fogões, radiadores, fornos, canos e todos os objetos metálicos;
  • Tenha sempre à mão uma lanterna, um rádio, pilhas de reserva para ambos e um extintor.

 

Fora de casa

  • Abrigue-se num edifício grande ou em qualquer outro protegido por para-raios;
  • Evite pequenos edifícios isolados, celeiros, telheiros tendas de campismo e automóveis descapotáveis;
  • Afaste-se dos objetos altos e não toque em postes elétricos ou telefónicos;
  • NUNCA permaneça perto da água. Se estiver a nadar ou num barco, volte para terra imediatamente;
  • Não caminhe por vales, cimo de colinas e campos abertos. As meias encostas são mais seguras;
  • Não ande de bicicleta e não transporte nem se aproxime de qualquer objeto metálico;
  • Não use guarda-chuva com cabo metálico;
  • Não se abrigue debaixo de árvores;
  • Não permaneça sobre o molhado;
  • Se não encontrar qualquer abrigo, reduza a sua altura agachando-se com as mãos sobre os joelhos;
  • Não se proteja do vento próximo de muros ou árvores.

 

Depois do temporal

  • Preste os primeiros socorros a quem precisar e combata os pequenos incêndios que se lhe deparem;
  • Beba sempre água fervida ou engarrafada;
  • Não interfira com as operações de socorro;
  • Conduza com cautela e apenas se necessário;
  • Evite ribeiras até que tenha passado o risco de inundação.

 

Em caso de inundação

  • Apoie as crianças, os idosos e os deficientes;
  • Mantenha-se atento aos conselhos da Proteção Civil;
  • Prepare-se para ter de abandonar a casa;
  • Desligue a água, o gás e a eletricidade;
  • Use o telefone só em caso de emergência;
  • Não caminhe descalço nem saia de casa por curiosidade;
  • Não utilize o carro. Pode ser arrastado para buracos no pavimento ou até para fora da estrada;
  • Se tiver de andar através da água leve sempre um chapéu de chuva ou um pau para manter o equilíbrio.

 

Depois da inundação

  • Regresse a casa só depois de lhe ser dada essa indicação;
  • Facilite o trabalho das equipas de limpeza;
  • Se a sua casa ameaçar ruir NÃO ENTRE;
  • Não pise nem mexa em cabos elétricos caídos. A água é condutora de eletricidade;
  • Mantenha-se sempre calçado e use luvas de proteção;
  • Verifique o estado das substâncias inflamáveis ou tóxicas que possa ter em casa;
  • Comece a limpeza da casa pelas zonas mais altas;
  • Beba sempre água fervida ou engarrafada.

 

 

 

Prevenção, proteção e sensibilização