As Nossas Praias

O Litoral do concelho de Lagoa é inesquecível. A beleza natural das arribas alcantiladas só é ultrapassada por um mar de um azul límpido, a beijar pequenas praias cheias de acolhedores recantos naturais.

Mergulhe
à sua descoberta

A orla costeira do Concelho estende-se por pouco mais de 17 Km mas, apesar da sua pequena extensão, maravilhará os visitantes mais exigentes. Este troço impar da costa Algarvia é constituído por arribas rendilhadas debruçadas sobre o mar, onde se sucedem harmoniosamente, promontórios alcantilados e pequenas praias de areia finas, banhadas por um mar de águas transparentes e tranquilas.

A mesma complexa geomorfologia que originou aquelas formas particulares, deu também origem a curiosas estruturas chamadas algares - poços verticais que ligam a superfície a uma intricada rede de galerias subterrâneas que, eventualmente, desembocam no mar. Merece destaque, pela sua complexidade e beleza, o Algar Seco, perto de Carvoeiro.

Todo o maciço é atravessado por cavernas, fendas e cavidades de todas as formas, que constituem abrigo para uma diversidade de seres vivos, de que se destaca o raro morcego-de-ferradura-mourisco, precioso para a biodiversidade da região.

Por entre a vegetação mediterrânea que cobre a crista das arribas, onde o tomilho, o alecrim e outras aromáticas perfumam a atmosfera, crescem as fabulosas orquídeas mediterrânicas como a Erva-abelha. Por aqui também se encontra a Aroeira, o Carrasco a Roselha-maior; ou Narciso-de-inverno, a Palmeira-anã e o Murtinho. O elenco florístico é vasto e diversificado, com uma história natural que vale a pena conhecer.

Uns binóculos, um guia de aves e um pouco de paciência revelarão interessantes aves de rapina como o Falcão-peregrino ou o Francelho. Aparecerão também nas nossas objetivas grandes passeriformes como a ruidosa Gralha-preta ou o pequeno e colorido Pisco-de-peito-ruivo. No verão, várias espécies de Andorinhões enchem o ar com gritos e acrobacias.

Com ou sem paciência, a omnipresente e atrevida Gaivota-de-patas-amarelas será sempre fácil de avistar. É ela que, desde há milhares de anos, reina sobre esta costa rochosa.

 

RECANTOS MÁGICOS

A visitar em qualquer
altura do ano

Praias balneares

Praias equipadas com um conjunto de serviços aos utentes como restaurantes, sanitários, chuveiros, concessão de toldos, vigilância por nadadores-salvadores, recolha de resíduos, entre outros.

Paralelamente, um rigoroso programa de acompanhamento garante a elevada qualidade das águas balneares.

Praia Grande

 

  Praia Grande

Praia do Pintadinho

 

  Praia do Pintadinho

Praia do Caneiros

 

  Praia dos Caneiros

Praia de Carvoeiro

 

  Praia de Carvoeiro

Praia de Vale Centeanes

 

  Praia do Vale de Centeanes

Praia Nova

 

  Praia Nova

Praia da Senhora da Rocha

 

  Praia da Srª da Rocha

Praia da Cova Redonda

 

  Praia da Cova Redonda

Praia do Vale Olival

 

  Praia do Vale do Olival

 

Praias naturais

As águas transparentes do litoral de Lagoa atraem milhares de visitantes aos aconchegantes areais, estirados ao longo dos seus 17 km de arribas calcárias. Ao longo das últimas décadas consolidou-se naturalmente o uso de algumas destas línguas de areia que, embora com serviços mínimos ou mesmo inexistentes, não afastam os banhistas. São as Praias Naturais de Lagoa.

Belas mas perigosas, frequentá-las exige a adoção de alguns cuidados. Assim é fundamental manter a distância de segurança em relação às arribas. Recordamos ainda que, na maioria destas praias não há vigilância por nadadores salvadores.

Praia do Molhe

 

  Praia do Molhe

Praia do Paraiso

 

  Praia do Paraíso

Praia do Carvalho

 

  Praia do Carvalho

Praia de Benagil

 

  Praia de Benagil

Praia da Marinha

 

  Praia da Marinha

Praia de Albandeira

 

  Praia de Albandeira

Praia dos Tremoços

 

  Praia dos Tremoços

Praia dos Beijinhos

 

  Praia dos Beijinhos

 

Praias selvagens

Na orla costeira há mais de 40 praias encastradas nas arribas calcárias, a maior parte delas inacessíveis por terra e muitas de difícil acesso, mesmo por mar. São as Praias Selvagens de Lagoa. Nelas a natureza excedeu-se na criação de recantos maravilhosos.

Belas mas perigosas, frequentá-las exige a adoção de alguns cuidados. Assim é fundamental manter a distância de segurança em relação às arribas. Recordamos ainda que nestas praias não há vigilância por nadadores salvadores.

Praia da Afurada

 

  Praia da Afurada

Praia do Mato

 

  Praia do Mato

Praiade Vale da Lapa

 

  Praia de Vale da Lapa

Praia do Padre Vicente

 

  Praia do Padre Vicente

Praia do Algar José Rodeira

 

  Praia do Algar José Rodeira

Praia da Corredoura

 

  Praia da Corredoura

Praia do Pau

 

  Praia do Pau

Praia da Malhada do Baraço

 

  Praia da Malhada do Baraço

Praia do Barranquinho

 

  Praia do Barranquinho

Praia da Estaquinha

 

  Praia da Estaquinha

Praia das Fontainhas

 

  Praia das Fontainhas

Praia Morena

 

  Praia Morena

Praia do Pontal

 

  Praia do Pontal

Praia Barranco

 

  Praia do Barranco

 

 


Sítio da Internet da Bandeira Azul

Sítio da Internet da Bandeira de Qualidade Ouro

Sítio da Internet da Bandeira de Praia Acessível

Código de Conduta  Contactos de emergência

  Documentação