Florados de Lagoa em destaque na 17ª Mostra do Doce Conventual de Lagoa

De 17 a 21 de julho os doces conventuais voltam a ganhar destaque nos Claustros do Convento de São José, em Lagoa. A 17.ª Mostra do Doce Conventual de Lagoa inclui muita doçaria conventual, produtos regionais, exposições e… Teatro Multimédia. 

 

O evento, organizado pela Câmara Municipal de Lagoa, tem lugar num ambiente conventual fielmente recriado, que durante cinco dias faz as delícias dos visitantes numa viagem à história local. 

Os doces algarvios, e não só, feitos à base de alfarroba, amêndoa e figo ou as compotas, do mel, da aguardente de medronho, assim como os licores, são algumas das iguarias que vão estar à disposição dos visitantes num evento que promete animar Lagoa. Este é um verdadeiro paraíso para os gulosos, apreciadores da gastronomia portuguesa ou que a queiram conhecer.  

Além do pecado da gula, a 17.ª Mostra do Doce Conventual de Lagoa também reserva momentos de diversão, contando com animação musical diária e duas grandes novidades, a projeção diária em VideoMapping, do Teatro Multimédia "Viagem ao Interior da Doçaria Conventual”, onde será retratada a viagem á história dos florados de lagoa e da doçaria conventual, e a exposição com o subtítulo ARTE DOCE pela Cake designer Ana Remígio, que estará patente na Sala Manuel Gamboa.

"Viagem ao Interior da Doçaria Conventual" é um convite para vir conhecer de forma informal, o património da doçaria conventual de Lagoa. Tratar-se-ão de momentos teatrais inesperados com projeções de vídeo de largo formato e efeitos pirotécnicos especiais de fogo, enquanto numa aula de história ao ar livre saboreia um momento de teatro de rua contemporâneo enquanto descobre os segredos da doçaria conventual. Todos os dias pelas 23 horas. 

Pin It

Agenda de Lagoa - Out/Nov 2019

Ao continuar a navegar está a concordar com a utilização de cookies neste site. Para não autorizar a sua utilização, por favor utilize as opções do seu browser e altere as definições de cookies de acordo com estas instruções.
ACEITAR NÃO